Santa casa - Campo Belo/MG
ABC das Construção
Real Supermercados
Drogaria Líder Saúde
Pintacar
Empório VSN +
RASTREK
Prefeitura de Campo Belo
Criminalidade

Homicídios em Campo Belo caem pela metade

Participe do Portal de Notícias Campo Belo em Foco através do Whatsapp (35)9 9728-9913

13/01/2020 15h26
Por: Hudson Barbosa
Fonte: Polícia Civil
Publicidade

O número de homicídios ocorridos em Campo Belo, região Centro-Oeste do estado, reduziu em 50%, em um ano. Enquanto, em 2018, foram registrados 18 casos, no ano passado, foram nove ocorrências.

O índice de apuração das mortes pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) também aumentou de 65% para 80%. Para 2020, a meta é intensificar a repressão e as apurações, visando manter indicadores de segurança positivos no município.

No período, pelo menos, 15 suspeitos foram detidos em virtude de mandados de prisão preventiva ou flagrante e, ainda, quatro adolescentes acautelados. Outros oito investigados foram presos temporariamente.

Publicidade

“Um intenso trabalho investigativo foi feito no decorrer desses anos, a fim de se apurar a autoria dos crimes, com a prisão e indiciamento de diversas pessoas, o que acabou por provocar, sem sombra de dúvidas, essa comemorada redução”, ressalta o Delegado José Rubens Nogueira Neto. 

O delegado explica que dos 18 assassinatos ocorridos em 2018, 12 já estão apurados e apresentam seus respectivos inquéritos policiais concluídos ou em fase de finalização. Já em 2019, sete já foram elucidados.

“Neste ano, as investigações serão intensificadas, sempre com a intenção de trazer maior segurança e sensação de paz à população de Campo Belo, pois é sabido que a certeza de uma punição rápida é o principal fator impeditivo da prática de crimes”, observa.

Perfil

A maior parte das vítimas dos homicídios é do sexo masculino, sendo registradas apenas duas mortes de mulheres, uma em cada ano, em razão de feminicídio.

Quanto às idades, em 2019 os homens entre 32 e 38 anos, além de 51 e 64, foram maioria. Já no anterior, a predominância é de jovens entre 17 e 24 anos, seguidos pela faixa etária de 30 a 43. 

As armas de fogo lideram os instrumentos utilizados para o cometimento dos crimes e estão presentes em 18 do total de 27 ocorrências. Em segundo lugar, estão facas, em cinco dos casos investigados. Os demais são objetos contundentes, a exemplo de martelo e taco de sinuca.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários