Sábado, 13 de Julho de 2024
14°C 26°C
Campo Belo, MG
Publicidade

Pesquisa aponta os estados que tem os motoristas mais grosseiros do Brasil e os mais gentis

A notícia aonde você estiver!

31/05/2024 às 11h30
Por: Matheus Barbosa
Compartilhe:
Pesquisa aponta os estados que tem os motoristas mais grosseiros do Brasil e os mais gentis

Neste mês que termina hoje, sexta-feira, dia 31, foi celebrado em todo o país o chamado Maio Amarelo, campanha por mais paz nas ruas e estradas, e uma nova pesquisa trouxe dados que traçam o perfil de motoristas de todos os estados da federação.

De acordo com a pesquisa, os motoristas mais rudes do Brasil no trânsito são de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. Por outro lado, três estados se destacaram pela gentileza no trânsito, tanto quanto a pedestres quanto motoristas, são eles: Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

As informações são da pesquisa elaborada pela Preply, plataforma de idiomas que, recentemente, buscou investigar a comunicação entre condutores e pedestres de diferentes regiões e constata: em um contexto marcado pelo estresse e hostilidade no trânsito, 7 em cada 10 pessoas já presenciaram agressões verbais de outros motoristas ou transeuntes - violência essa da qual 40% da população também foi vítima direta ao menos uma vez.

Continua após a publicidade
Anúncio

A pesquisa mostrou que existem diferenças regionais para o comportamento no trânsito. Segundo os entrevistados, seriam três os estados com o maior número de pessoas rudes nas estradas: São Paulo (36,2%), Rio de Janeiro (20%) e Bahia (6,6%), que lideram o pódio dos comportamentos mais indelicados ao lado dos habitantes do Ceará (3,2%) e Pernambuco (3,2%).

As populações mais gentis, por outro lado, estariam em dois estados nos quais as pessoas são comumente associadas a atributos como cortesia, etiqueta e organização: Santa Catarina (13,4%) e Rio Grande do Sul (12,6%), cujo título também se estende aos mineiros (10,8%). Viriam entre os campeões na gentileza, logo em seguida, os condutores e pedestres do Distrito Federal (9%) e Paraná (10,2%) - este último tornando toda a região sul, na visão dos entrevistados pela Preply, aquela que mais tem dado bons exemplos nas ruas, avenidas e estradas. 

Para investigar detalhes sobre a comunicação dos brasileiros no trânsito, durante o mês de maio, foram entrevistados 500 brasileiros residentes em todas as regiões do país. Ao todo, os respondentes tiveram acesso ao total de 10 questões, que exploraram experiências envolvendo agressão verbal e física, o uso de palavrões nas ruas e estradas e as atitudes que costumam estimular conflitos entre condutores e pedestres. A organização das respostas possibilitou a criação de diferentes rankings, onde é possível conferir o percentual de cada alternativa apontada pelos entrevistados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários