Segunda, 01 de Março de 2021 20:27
(35)9 9728-9913
Região Lavras/MG

Necropsia que apontará causa da morte do Agricultor que saiu de casa para fazer caminhada na Serra da Bocaina é foi encontrado morto será feita nesta quarta-feira, (17)

Homem de 48 anos havia saído de casa no domingo (14) para realizar a atividade. Corpo de Bombeiros encontrou o corpo dele nesta terça-feira (16). Por G1 Sul de Minas — Lavras, MG

17/02/2021 08h49 Atualizada há 2 semanas
1.129
Por: Hudson Barbosa Fonte: G1/Sul de Minas
G1/Sul de Minas
G1/Sul de Minas

Um agricultor que havia saído de casa para fazer caminhada na Serra da Bocaina, em Lavras (MG), foi encontrado morto nesta terça-feira (16). De acordo com o Corpo de Bombeiros, Claudinei Antônio Reis estava desaparecido desde domingo (14), sendo encontrado dois dias depois.

Segundo os bombeiros, tudo indica que a morte foi acidental, por queda de altura. “Não há outros indícios, que só podem surgir com perícia e legista”, disseram os militares.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Ney da Feira, como era conhecido Claudinei Antônio Reis, saiu de casa na manhã de domingo e disse que voltaria entre 11h30 e meio-dia, no entanto, não retornou.

Publicidade

Sua esposa disse que ele tinha o hábito de fazer caminhadas e escaladas na serra da Bocaina. Ela contou que estranhou que seu marido não apareceu para almoçar e quando passou algumas horas, ligou para a irmã de Ney da Feira e contou o que tinha acontecido.

Elas então acionaram a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, que deram início às buscas”, explicaram os bombeiros.

O trabalho de resgate também foi realizado durante a segunda-feira (15) e uma equipe de bombeiros de Varginha, que trabalha com cães farejadores, foi solicitada para ajudar nas buscas.

Também sem sucesso para encontrá-lo, as buscas foram retomadas na manhã desta terça-feira (16), quando o corpo do agricultor foi localizado.

Será realizada na manhã de hoje, quarta-feira, dia 17, a necropsia no corpo do produtor rural Claudinei Antônio Reis, de 48 anos, conhecido como Ney da Feira, para saber o que causou sua morte.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.